Aba 1

Postado em 17 de Março de 2016 às 15h38

Acenm/CDL convoca empresários e toda população mutuense para aderir ao manifesto

Acenm/CDL A Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum (Acenm), e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) convoca toda a população mutuense à manifestar pelos seus direitos e contra a postura do atual...

A Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum (Acenm), e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) convoca toda a população mutuense à manifestar pelos seus direitos e contra a postura do atual governo.

A manifestação ocorrerá nesta tarde, 17/03, em frente ao posto Águia Branca. Contamos com a participação de todos que quiserem colaborar com a paralisação.

Sugerimos a todos os comerciantes à fechar seus comércios como forma de protesto e orientar seus colaboradores a juntar-se com os manifestantes no local acima citado, todos serão bem-vindos.

Contamos com o apoio de todos para promover este grande manifesto com o intuito de chamar atenção das autoridades brasileiras.​

Fonte: Assessoria de Comunicação

 

Veja também

App de divulgação de ofertas é ofertado gratuitamente em convênio com Acenm/CDL13/04/20Empresas associadas já podem se cadastrar e testar a plataforma iGoo Ofertas por três meses grátis. Em parceria com a Acenm/CDL, a plataforma iGoo Ofertas será disponibilizada aos associados da entidade por 90 dias de forma gratuita. O iGoo é um app de divulgação onde as empresas podem cadastrar seus produtos, serviços e divulgar ações promocionais. “O aplicativo funciona como uma ponte que facilita o contato entre o empresário e o consumidor,......
Vitória da classe empresarial em Mato Grosso25/02/16Decreto 380 será prorrogado até 30/06/16 Representantes da classe empresarial e uma comissão de deputados se reuniram hoje, quinta-feira (25) com a presença da equipe do governo, na Casa Civil. Após a reunião ficou decidido que a implantação do Decreto......
Aumento do ICMS em MT vai deixar produtos mais caros em 2020, dizem empresários27/12/19 Empresários de vários setores disseram que vão repassar aumento aos consumidores, um deles é o de medicamentos. Remédios vendidos no estado podem encarecer entre 18% e 37%, segundo o Sindicato das Farmácias. Por Leandro Maia, TV Centro América A partir......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.