Aba 1

Postado em 13 de Abril às 10h57

Acenm/CDL divulga ações realizadas no enfrentamento à crise do Covid-19

Institucional (13)Fomento (45)Economia e mercados (85)Jurídico e Tributário (69)
Acenm/CDL Nas últimas quatro semanas, os mutuenses, assim como todos os brasileiros, mudaram suas rotinas para atender às recomendações e restrições impostas pelas medidas de enfrentamento à...

Nas últimas quatro semanas, os mutuenses, assim como todos os brasileiros, mudaram suas rotinas para atender às recomendações e restrições impostas pelas medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19. Foi no dia 17 de março que saiu o primeiro decreto municipal (nº 027/2020) voltado a esta questão, estabelecendo as primeiras medidas. Antes disso, a Acenm/CDL já estava atuando de forma a representar as empresas locais junto às autoridades e oferecer apoio aos associados.

Confira as principais ações realizadas pela Acenm/CDL no que se refere ao Covid-19:

  • Assinatura de convênio com a Cooperativa Sicredi Ouro Verde para oferta de crédito a juro baixo e outros benefícios às empresas associadas;
  • Participação no comitê municipal de enfrentamento ao Covid-19, sendo o único representante da iniciativa privada. Levando demandas para discussão de vários segmentos do comércio, buscando sempre o equilíbrio entre o risco a saúde da população e das empresas do município, a Acenm/CDL obteve êxito ao conseguir antecipar a abertura do comércio do dia 6 de abril para 30 de março. Após a confirmação do primeiro caso em Nova Mutum, através de propostas e informações levadas a serem discutidas no comitê, conseguiu consenso em manter o funcionamento das empresas;
  • Participação em diversas reuniões com órgãos municipais e empresas, buscando levar as reinvindicações de cada classe ao comitê;
  • Boletos de mensalidades prorrogados, sem juros e multas para o associado;
  • Apoio a diversos movimentos sociais em prol da sociedade, como foi o caso da ação de coleta de recursos para melhorias no hospital;
  • Apoio ao Movimento Unidos Somos Mais Fortes, que visa arrecadar produtos de higiene e limpeza para os mais necessitados;
  • Disponibilização do Jurídico da Acenm/CDL para apoio gratuito aos associados;
  • Realização de live nas redes sociais com orientações jurídicas no âmbito trabalhista, bem como publicação de diversas notas e matérias informativas e orientativas e concessão de entrevistas à imprensa local.

“Trabalhamos para que o impacto na nossa economia fosse o menor possível, apesar da gravidade do problema e sempre levando em conta o aspecto da saúde e segurança da nossa população, que é a prioridade”, expõe o presidente da Acenm, Joelmir Faccio.

“Felizmente o comércio local, em geral, tem reagido bem. As pessoas estão comprando e aos poucos estamos voltando à normalidade. Agora precisamos dar atenção aos casos especiais, que sofreram mais impacto, para que superem suas perdas”, avalia o presidente da CDL Nova Mutum, Roberto Giequelin.

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC

Veja também

IPCA para 2019 passa de 4,04% para 4,13%, prevê Focus06/01 A projeção para o índice em 2020 cedeu de 3,61% para 3,60%. Quatro semanas atrás, estava em 3,60% Por Agência Estado Os economistas do mercado financeiro alteraram a previsão para o IPCA ? o índice oficial de preços ? em 2019 e 2020. O Relatório de Mercado Focus divulgado nesta segunda-feira, 6, pelo Banco Central (BC), mostra que a mediana para......

Voltar para Notícias