Aba 1

Postado em 09 de Dezembro de 2013 às 16h56

Acenm/CDL e poder público firmam parceria para fortalecer o comércio local

O que o cidadão mutuense ganha quando dá preferência ao comércio local? Esta é a pergunta que a campanha Eu Curto o Comércio de Nova Mutum irá responder através de ações diversas que visam conscientizar a população sobre a importância de se consumir no comércio do município e exigir nota fiscal.

Com lançamento previsto para este mês de dezembro, a campanha é uma iniciativa do comércio local, encampada pela Acenm/CDL em parceria com a Prefeitura de Nova Mutum e apoio da Câmara de Vereadores. Na manhã desta quinta-feira (05), em reunião no gabinete do prefeito, um termo de intenções para formalizar a parceria foi assinado pelo presidente da Acenm, Carlos Alexandre Saito, pelo prefeito Adriano Pivetta e pelo vereador Francisco Assis Pereira.

O encontro contou ainda com a presença do vice presidente da Acenm, Jimmy Huppes, da empresária Iane Luisa Wonz Souza, integrante da diretoria da CDL, secretários municipais, empresários e imprensa.

“Um comércio mais forte gera benefícios à população de várias formas. Os investimentos públicos aumentam na medida em que aumenta a arrecadação do município através dos impostos, proporcionando mais qualidade de vida às pessoas. Da mesma forma, o comércio valorizado consegue melhorar a qualidade do atendimento e da oferta de produtos e condições às pessoas, que novamente saem ganhando”, explanou Saito.

“A campanha é uma iniciativa de grande valor para o município. Nosso comércio está cada vez mais competitivo em relação aos vizinhos da região e até Cuiabá, e hoje os mutuenses encontram quase tudo de que precisam na cidade. Por isso a conscientização da população é fundamental”, disse o prefeito.

Iane Luisa Wonz Souza salientou que a campanha surgiu do próprio comércio local, que levou este anseio para a Acenm/CDL. De acordo com Jimmy Huppes, a campanha contará com materiais interativos, camisetas, banner em sites institucionais, mídias sociais, adesivos para carros e estilo colinha, outdoors, folders, materiais para ponto de venda e grande força de mídia televisiva e de rádio.

Para fomentar a consciência dos benefícios de se comprar no comércio local, a campanha mostrará a origem e destinação dos recursos gerados através da aquisição de produtos e serviços, abordando temas relevantes à comunidade, como saúde, segurança, educação, geração de empregos, novas empresas e obras públicas.

Haverá ainda um Concurso Cultural na escolas municipais, estaduais e particulares do município com o tema Seja um Cidadão Legal, Curta o Comércio Local, onde alunos a partir do 4º ano do Ensino Fundamental concorrerão nas categorias Desenho, Poesia e Dissertação, com premiação para alunos e professores vencedores.

O selo Eu Curto o Comércio de Nova Mutum, criado para a campanha, será utilizado pelas entidades envolvidas em todas as ações em prol do comércio local, como feirões, exposições, palestras e treinamentos.

__________________________________
Assessoria de imprensa – Acenm/CDL
Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – JP 3621SC

Veja também

STF reconhece Covid-19 como acidente de trabalho05/05/20 Ministros do STF decidiram que COVID-19 deve configurar acidente de trabalho para empregados que forem contaminados, flexibilizando necessidade de comprovação. O Supremo Tribunal Federal decidiu em liminar que o fato de o trabalhador ser contaminado por Covid-19 é considerado como doença ocupacional, o que, por sua vez, equipara-se a acidente de trabalho. Até......
SINE atualiza vagas de emprego para Nova Mutum24/09/20 O Sistema Nacional de Emprego (SINE) de Nova Mutum anuncia mais de 160 vagas de emprego no município, em empresas de diversos segmentos, para diversas áreas e níveis de escolaridade. Com salários que variam de R$ 1 mil a até......
Em Nova Mutum se inicia levantamento de demanda em telefonia11/05/17    O secretário Jimmy Anderson Huppes, da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo de Nova Mutum, se reuniu recentemente com o diretor institucional da empresa operadora de telefonia OI, apresentando-lhe as necessidades......

Voltar para Notícias