Aba 1

Postado em 22 de Maio de 2020 às 16h08

Acenm/CDL pede à Energisa restabelecimento do atendimento presencial

Institucional (34)Jurídico e Tributário (132)

Sistema de atendimento à distância tem causado dificuldades e prejuízos a empresas

Acenm/CDL Sistema de atendimento à distância tem causado dificuldades e prejuízos a empresas Em ofício remetido nesta quarta-feira (20) à diretoria da Energisa Mato Grosso, na pessoa do diretor Sr. Amaury Antônio Damiance, a...

Em ofício remetido nesta quarta-feira (20) à diretoria da Energisa Mato Grosso, na pessoa do diretor Sr. Amaury Antônio Damiance, a Acenm e a CDL solicitaram o restabelecimento com urgência do atendimento presencial na unidade de Nova Mutum.

Assinado pelos presidentes Joelmir Faccio (Acenm) e Roberto Giequelin (CDL), o Ofício nº 477/2020 traz nas suas considerações iniciais a ocorrência de inúmeras reclamações do meio empresarial referentes a dificuldades e burocracia no atendimento realizado pela companhia, tanto pelo telefone 0800 como pelo contato de Whatsapp fornecido pela mesma, que são ineficientes e demorados por conta da alta demanda da população.

As entidades expressam ainda que o serviço desempenhado pela Energisa é essencial e que a demora na solução de problemas tem prejudicado muitos negócios, em um cenário econômico já sensível por conta da epidemia de coronavírus.

A pedido da Acenm/CDL, o ofício foi entregue à diretoria da Energisa MT, em Cuiabá, por representantes da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso (FCDL-MT), da qual a CDL Nova Mutum é associada.

Confira a íntegra do Ofício no anexo a seguir.

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC | Ascom - Acenm/CDL

Veja também

Programa que permite redução de jornada e salário é prorrogado até dezembro14/10/20 Extensão já havia sido anunciada por Paulo Guedes; acordos podem vigorar até 31 de dezembro. O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira, 13, o decreto que prorroga, até 31 de dezembro, o programa que autoriza empresas a reduzirem proporcionalmente, ou suspenderem, a jornada e o salário dos funcionários. Criado em razão da pandemia do......
Governo reduz ICMS para bares, restaurantes e estabelecimentos similares24/02/20Imposto cai para empreendimentos descritos na lei e obriga a destinação de 1% ao Funtur O governador Mauro Mendes assinou decreto que regulamenta a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para bares, restaurantes e estabelecimentos similares. O Decreto 378/2020, publicado no......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.