Aba 1

Postado em 29 de Novembro de 2017 às 15h01

Após mobilização das CDLs, Taques revoga Decreto 1267/17

Governo pretendia mudar do dia 20 para o dia 8 de cada mês o pagamento do ICMS

Acenm/CDL Governo pretendia mudar do dia 20 para o dia 8 de cada mês o pagamento do ICMS O associativismo empresarial conseguiu uma importante conquista nesta semana, comemorada pelo movimento cedelista mato-grossense e pela CDL Nova...

O associativismo empresarial conseguiu uma importante conquista nesta semana, comemorada pelo movimento cedelista mato-grossense e pela CDL Nova Mutum.

Após um jantar político realizado na sede da FCDL-MT entre o governador Pedro Taques, secretários e integrantes do Sistema CNDL (presidentes, diretores e associados), com presença do presidente da CDL Nova Mutum, Roberto Giequelin, o governo decidiu revogar o Decreto 1267/17, publicado no Diário Oficial do Estado de 17 de novembro deste ano, que alterava a data de pagamento do ICMS para o 8º dia do mês. Além de revogar o Decreto, o diálogo com o governo garantiu que fosse mantida a mesma data – dia 20 de cada mês.

Giequelin ressalta a importância desta conquista, resultado da mobilização da classe empresarial contra uma medida autoritária do governo, que viria a prejudicar amplamente o comércio varejista.

Na foto, Giequelin está com o presidente da FCDL-MT, Ozair Bezerra (ao centro), que recebeu a notícia da revogação do decreto diretamente do governador Taques, por telefone, na última segunda-feira (27.11).

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Veja também

Natal Premiado 2015 sorteará um Palio Fire 0km29/09/15Campanha deverá ser lançada pela Acenm/CDL entre os dias 10 e 15 de outubro. Premiação inclui ainda quatro poupanças de R$ 1,5 mil e diversos eletrodomésticos A Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum e Câmara de Dirigentes Lojistas (Acenm/CDL) lançará entre os dias 10 e 15 de outubro a campanha Natal Premiado 2015, que abrange diversos estabelecimentos comerciais de Nova Mutum. Ainda em fase de comercialização dos planos de adesão para as empresas locais, a Acenm/CDL já confirmou a......

Voltar para Notícias