Aba 1

Postado em 13 de Abril de 2020 às 18h06

App de divulgação de ofertas é ofertado gratuitamente em convênio com Acenm/CDL

Parcerias e Apoios (14)Fomento (63)Serviços (11)Institucional (22)

Empresas associadas já podem se cadastrar e testar a plataforma iGoo Ofertas por três meses grátis.

Acenm/CDL Empresas associadas já podem se cadastrar e testar a plataforma iGoo Ofertas por três meses grátis. Em parceria com a Acenm/CDL, a plataforma iGoo Ofertas será disponibilizada aos associados da entidade por 90 dias de forma...

Em parceria com a Acenm/CDL, a plataforma iGoo Ofertas será disponibilizada aos associados da entidade por 90 dias de forma gratuita. O iGoo é um app de divulgação onde as empresas podem cadastrar seus produtos, serviços e divulgar ações promocionais.

“O aplicativo funciona como uma ponte que facilita o contato entre o empresário e o consumidor, especialmente neste momento de exceção em que as pessoas foram, de certa forma, distanciadas, por força das medidas de contenção ao Coronavírus”, explica o gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni.

O cadastro da empresa já pode ser feito pelo site da Acenm/CDL, CLICANDO AQUI.

Após os 90 dias, a empresa poderá manter a plataforma, se desejar, mediante tarifa anual da iGoo. A equipe da Acenm/CDL está à disposição para mais informações (65 3308-1663).

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC

Veja também

Acenm/CDL endossa manifesto do setor agropecuário mato-grossense17/03 Entidades pedem a suspensão do processo de Zoneamento Socioeconômico Ecológico (ZSEE-MT) e ampliação da discussão do projeto NOVA MUTUM, MATO GROSSO: A Acenm/CDL aderiu ao manifesto do setor agropecuário estadual que pede à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag/MT) a suspensão do processo de Zoneamento Socioeconômico......
Saque-aniversário do FGTS pode alavancar R$ 100 bi em crédito11/03/20 Trabalhadores da iniciativa privada poderão antecipar os valores do saque-aniversário do FGTS com crédito mais barato. O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse que até......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.