Aba 1

Postado em 24 de Junho de 2020 às 15h43

Comunicado Importante

Alertas e Comunicados (122)

COMUNICADO

CONSIDERANDO o atual momento de incerteza econômica e muitas dúvidas demandadas pelos nossos associados, informamos que em reunião do COMITÊ DE ENFRENTAMENTO AO COVID-19 realizada hoje (24/6), do qual a ACENM/CDL faz parte, deliberou-se, por hora, pela manutenção das restrições contidas no decreto atual. Em paralelo a isso, outras frentes regionais de trabalho, como prefeitos e promotores, estarão se reunindo ainda esta semana para definirem ações coordenadas de combate, bem como um possível risco de quarentena coletiva ou outras sanções buscando frear a taxa de contágio atual.

Destacamos, contudo, que o momento requer ainda mais cuidado por parte das empresas e principalmente de toda a população. Vidas e empregos dependem disso e estão em risco. Para tanto, solicitamos a todas as empresas que nos ajudem com pequenas ações:

  • mantenham e redobrem os cuidados sanitários de acesso de colaboradores e clientes, com uso correto de máscaras;
  • respeitem o distanciamento mínimo entre as pessoas;
  • instruam seus funcionários e colaboradores de que atitudes irresponsáveis nesse momento podem resultar em uma quarentena, colocando em risco sua saúde, de sua empresa, empregos e principalmente a vida de amigos e familiares;
  • evitem aglomerações de pessoas; não corram riscos desnecessários;
  • pessoas que se enquadram em grupos de risco, se puderem, fiquem em casa.


A ACENM e a CDL defendem o equilíbrio entre Saúde e Economia, uma caminhando em alinhamento com a outra, pois entendemos que a manutenção do emprego e da estrutura econômica das empresas dependem de que elas permaneçam abertas, e a Saúde depende da consciência das empresas e da população com o cuidado sanitário.

Somente nós e nossas atitudes podem evitar o Lockdown.

Veja também

Acenm/CDL repudia proposta de reajuste a servidores do Estado em meio à pandemia14/05/20Em Nota de Repúdio, entidades alertam para a grave situação financeira enfrentada pelo Executivo mato-grossense A Acenm/CDL, em nome da classe empresarial mutuense, emitiu nota de repúdio, na tarde de hoje (14/05), contra a proposta de aumento de salário de parte do funcionalismo público estadual que tramita na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso. A proposta partiu do governo do Estado e foi aprovada pela ALMT ontem, quarta-feira, em primeira votação. O 1º turno foi......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.