Aba 1

Postado em 02 de Outubro de 2015 às 16h17

Governo reabre possibilidade de adesão ao Refaz

Acenm/CDL O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Fazenda, reabriu a possibilidade para que contribuintes paguem suas dívidas tributárias com condições especiais. Até o dia 30 de outubro, quem tem...

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Fazenda, reabriu a possibilidade para que contribuintes paguem suas dívidas tributárias com condições especiais. Até o dia 30 de outubro, quem tem débitos registrados no Sistema Eletrônico de Conta Corrente Geral do Estado pode aderir ao Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Pública Estadual (Refaz/Sefaz/2015). A prorrogação ocorreu em atendimento a solicitações dos próprios contribuintes, que ao aderirem ao programa podem ser beneficiados com perdão ou redução de juros de mora e multa nas pendências geradas até 31 de dezembro de 2013.

O novo período de adesão ao Refaz consta do Decreto nº 262/2015. Clique aqui e confira a íntegra do documento.

Conforme o programa, a anistia de juros e multas pode ser concedida aos contribuintes em dívida com o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), ITCD (Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de quaisquer Bens ou Direitos), IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores), além de outras penalidades por descumprimento de obrigações acessórias. Para participar, os débitos ainda devem estar sob a gestão da Sefaz, ou seja, não podem ter sido encaminhados para inscrição em dívida ativa.

Segundo o secretário adjunto de Atendimento ao Cliente, Carlos Barão, contribuintes e contabilistas cadastrados na Sefaz serão comunicados sobre o benefício. Além de aproveitar os descontos e as várias opções de parcelamento, os contribuintes que aderirem ao programa vão evitar transtornos, como restrição no trânsito de mercadorias ou mesmo a impossibilidade de tirar uma certidão negativa de débito. O secretário adverte principalmente aos optantes do Simples para que busquem a regularização fiscal caso estejam em débito com a Fazenda, sob pena de serem excluídos do regime simplificado.

A inclusão no programa é rápida e simples. Ela pode ser feita pela internet, no Portal da Sefaz, ou presencialmente, na agência fazendária mais próxima da residência do contribuinte. A anistia dos juros e multas alcança 100% se o contribuinte com débitos tributários optar pelo pagamento em parcela única. Já no caso de dívidas por descumprimento de obrigações acessórias, a anistia pelo pagamento em parcela única chega a 90%. Quem optar pelo parcelamento poderá ter redução de 90% a 65%, de acordo com o número de parcelas selecionadas, que podem chegar a 80, e o tipo de débito.

Fonte: Sefaz-MT

Veja também

Acenm/CDL apoia movimento Brasil Verde e Amarelo e mandará representantes a ato em Brasília29/04 Grande manifesto será realizado na capital federal no dia 15 de maio. Movimento iniciado no setor agro recebeu adesão de comerciantes e da sociedade em geral NOVA MUTUM, MATO GROSSO: Iniciado por pessoas do setor agropecuário com adesão em todo o país, o Movimento Brasil Verde e Amarelo marcou manifestação para o dia 15 de maio, em Brasília (DF), na......
Campanha de Natal da Acenm/CDL sorteará R$ 32 mil em barras de ouro21/11/17Cupons do Natal Dourado 2017 já são encontrados no comércio local A Acenm/CDL lança oficialmente nesta terça-feira (21.11), em ato simbólico no Jenai Supermercado, a campanha Natal Dourado 2017, que irá sortear R$ 32 mil em barras de ouro no dia 15 de janeiro de 2018. Até lá, cerca......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.