Aba 1

Postado em 12 de Maio às 14h37

IGP-M na 1ª prévia de maio cai 0,32% e acumula alta de 5,87% em 12 meses

Economia e mercados (91)Alertas e Comunicados (95)

O IGP-M, dado da FGV, é usado para reajuste de contratos de aluguel

Por Agência Estado

O Índice Geral de Preços ? Mercado (IGP-M) caiu 0,32% na primeira prévia de maio, após ter subido 1,05% na primeira leitura de abril. A informação foi divulgada nesta terça-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o índice acumulou elevação de 2,17% no ano de 2020 e alta de 5,87% em 12 meses.

A FGV informou ainda os resultados dos três indicadores que compõem a primeira medição do IGP-M deste mês. O IPA-M, que representa os preços no atacado, recuou 0,35% em maio, ante um avanço de 1,43% na primeira prévia de abril. O IPC-M, que corresponde à inflação no varejo, apresentou queda de 0,46% na prévia de maio, depois de uma elevação de 0,33% em igual leitura de abril. Já o INCC-M, que mensura o custo da construção, teve avanço de 0,18% na primeira prévia de maio, depois da alta de 0,16% na primeira prévia de abril.

O IGP-M é usado para reajuste de contratos de aluguel. O período de coleta de preços para cálculo do índice foi de 21 a 30 de abril. No dado fechado do mês de abril, o IGP-M teve elevação de 0,80%.

FONTE: Infomoney

Veja também

MP 936/2020: Pode suspender contrato de gestante?27/04 A MP 936/2020 flexibiliza regras para reduções salariais e suspensão de contrato de trabalho. Especialista alerta para os casos das gestantes. A MP 936/2020 permitiu a suspensão do contrato de trabalho por meio de acordo individual escrito entre empregador e empregado, que deve ser encaminhado com antecedência mínima de, dois dias corridos, do início da......

Voltar para Notícias