Aba 1

Postado em 18 de Novembro de 2020 às 15h06

Metade das empresas mutuenses deve abrir no feriado do dia 20 de novembro

Economia e mercados (135)Alertas e Comunicados (122)
Acenm/CDL Uma pesquisa de opinião realizada pela Acenm/CDL junto às empresas associadas constatou que 50,3% dos estabelecimentos comerciais locais não pretende abrir no feriado do dia 20 de novembro – Dia da...

Uma pesquisa de opinião realizada pela Acenm/CDL junto às empresas associadas constatou que 50,3% dos estabelecimentos comerciais locais não pretende abrir no feriado do dia 20 de novembro – Dia da Consciência Negra. Outros 41% responderam que pretendem abrir, e 8,7% talvez. Dentre os que pretendem abrir, 68,5% funcionarão o dia todo, 20,7% apenas das 7h às 12h, 7,5% das 8h às 13h e 3,2% das 8h às 16h. O questionário obteve 183 respostas de empresas locais.

Segundo o gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni, em todos os feriados a entidade tem recebido muitos questionamentos dos associados, que desejam saber se a maioria dos estabelecimentos optará por abrir ou não. “Por isso começamos a realizar essas pesquisas. Levantamos a intenção dos associados e em seguida divulgamos o resultado, para ajudar as empresas a tomarem a sua decisão”, esclarece.

Rigoni diz ainda que o dia 20 de novembro sempre foi um feriado polêmico. “Muitos empresários não concordam com o feriado obrigatório, mas não teriam nada contra se fosse um feriado facultativo. O fato de ser obrigatório onera a empresa na questão trabalhista, caso ela decida abrir. A empresa tem que pagar horas em dobro. Sem contar que novembro tem três feriados e somente 22 dias úteis, e nesse período de pós pandemia, com entrada de décimo terceiro, esses feriados são muito prejudiciais para as empresas”, avalia.

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC | Ascom - Acenm/CDL

Veja também

Reedição do programa de preservação de empregos sai "a qualquer momento", diz Guedes07/04 "Estamos renovando o programa de preservação de emprego, a qualquer momento será lançado", disse o ministro BRASÍLIA - O ministro da Economia, Paulo Guedes, reafirmou nesta terça-feira que a equipe econômica renovará várias medidas de proteção social na esteira da escalada de casos e óbitos em decorrência da......
Comunicado Importante24/06/20 COMUNICADO CONSIDERANDO o atual momento de incerteza econômica e muitas dúvidas demandadas pelos nossos associados, informamos que em reunião do COMITÊ DE ENFRENTAMENTO AO COVID-19 realizada hoje (24/6), do qual a ACENM/CDL faz......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.