Aba 1

Postado em 28 de Abril de 2020 às 14h58

Movimento do Comércio cai 5,1% em março

Alertas e Comunicados (129)Economia e mercados (144)
Acenm/CDL O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, cedeu 5,1% em março na comparação mensal dessazonalizada, de acordo com dados apurados pela Boa Vista. Na...

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, cedeu 5,1% em março na comparação mensal dessazonalizada, de acordo com dados apurados pela Boa Vista. Na avaliação acumulada em 12 meses, o indicador apresenta alta de 0,9%. No primeiro trimestre o indicador recuou 0,1% contra o mesmo trimestre do ano passado. Já em relação ao mesmo mês de 2019, o varejo apontou retração de 2,2%.

Após iniciar o ano com alta, em março o indicador registrou a segunda queda mensal consecutiva. Reflexo de um mercado de trabalho bastante fragilizado e com fraco crescimento da renda, fatores que estão sendo ainda mais impactados pelos efeitos da pandemia da COVID-19.

Ademais, dadas as adversidades provocadas pela chegada do novo vírus e pelas medidas de isolamento social, pode-se esperar uma piora no emprego e no nível de consumo em 2020. Cenário que aponta para uma desaceleração da atividade econômica e do movimento do comércio nos próximos meses.

Setores

Na análise mensal, o segmento de "Móveis e Eletrodomésticos" apresentou queda de 13,5% em março após já ter registrado baixa de 3,8% no mês anterior, descontados os efeitos sazonais. Já nos dados sem ajuste sazonal, o segmento passou de vez para o campo negativo e recuou 1,5% no acumulado 12 meses.

A atividade de "Supermercados, Alimentos e Bebidas" foi a única que evitou perdas, caindo apenas 0,1% no mês na série dessazonalizada. Na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses foi de 1,5% em relação ao ano anterior.

Já a categoria de "Tecidos, Vestuários e Calçados" recuou 1,1% no mês, expurgados os efeitos sazonais. Nos dados acumulados dos últimos 12 meses houve alta de 7,3%.

Por fim, o segmento de "Combustíveis e Lubrificantes" apresentou retração de 6,7% em março considerando dados dessazonalizados, enquanto, na série sem ajuste, a variação acumulada foi de -0,6%.


Metodologia

O indicador Movimento do Comércio é elaborado a partir da quantidade de consultas à base de dados da Boa Vista, por empresas do setor varejista. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100, e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

FONTE: Boa Vista Serviços

Veja também

Empresários afirmam que não conseguem acessar medidas anunciadas pelo governo06/04/20 Advogados concordam que o que foi divulgado até agora não será suficiente para driblar crise e empresários compartilham suas dificuldades Por Giovanna Sutto O governo federal vem anunciando uma série de medidas para as empresas na tentativa de conter os efeitos econômicos da pandemia causada pelo coronavírus. No entanto, empresários relatam que as......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.