Aba 1

Postado em 30 de Julho de 2020 às 08h37

Quase 200 mil empresas foram criadas em abril e setor de serviços é maioria

Fomento (63)Economia e mercados (125)

Levantamento mostra que durante pandemia cresceu o número de empresas criadas no Brasil e setor de serviços está sendo o mais procurado para investir.

O Serasa Experian divulgou um levantamento sobre abertura de novos negócios no Brasil que apontou que em abril deste ano foram abertas 194.882 novas empresas.

Desse total, 84,7% fazem parte da categoria de microempreendedores individuais (MEIs), maior resultado desde fevereiro de 2019, segundo o Serasa.

A maior parte das empresas recém-criadas continua sendo no setor de serviços, correspondendo a 68,9% do total.

Em abril de 2019, a proporção dos MEIs era de 81,8%. Em março deste ano, era de 79,3%. Já o setor de serviços correspondia a 67,8% do total em abril de 2019 e a 69,8% em março de 2020.

Novos negócios por região

Segundo os dados do Serasa, os estados do Sudeste hospedaram 51,1% dos novos negócios, seguidos pelos das regiões Sul (17,6%), Nordeste (15,8%), Centro-Oeste (9,7%) e Norte (5,8%).

O índice de abertura de empresas apresentou queda de 25,7% em abril em relação ao mesmo período de 2019. A baixa foi puxada pelos setores do Comércio, Serviços e Indústria, que registraram -33,1%, -24,5% e -20,2%, respectivamente.

As regiões também tiveram retração na relação ano a ano: Sudeste (-28,7%), Sul (-26,0%), Nordeste (-25,0%), Centro-Oeste (-17,2%) e Norte (-7,3%).

"Apesar das incertezas econômicas e das medidas de distanciamento social, uma parcela considerável da população segue apostando em empreender por meio da criação de micro e pequenos negócios", diz o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Ainda segundo ele, garantir renda com pouco investimento é uma necessidade. "Por isso, o setor de Serviços é preferível, já que nessa área podem ser criados ramos de atuação que não dependem da contratação de um espaço ou equipe de trabalho", ressalta Rabi.

Fonte: Portal Contábeis

Veja também

Horário especial do comércio abrangerá 47 datas em 202004/02/20Com datas sugeridas pela Acenm/CDL, decreto municipal foi publicado no último dia 29 A prefeitura de Nova Mutum publicou no dia 29 de janeiro o Decreto nº 013, que estabelece o horário especial e facultativo de atendimento do comércio varejista local para o ano de 2020. Sugerido pela Acenm/CDL ao Poder Executivo Municipal, o calendário inclui 27 datas no período de março a novembro, e mais 20 dias no mês de dezembro, totalizando 47 dias do ano com......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.