Aba 1

Postado em 23 de Julho de 2015 às 11h56

Receita Federal simplifica abertura e baixa de CNPJ

Acenm/CDL A Receita Federal e o Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Brasil (IRTDP) assinaram convênio com foco na integração cadastral e...

A Receita Federal e o Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Brasil (IRTDP) assinaram convênio com foco na integração cadastral e desburocratização.

A partir de agora as solicitações de inscrição, alteração e baixa, no âmbito do CNPJ, poderão ser analisadas e deferidas diretamente pelos Cartórios de Registro de Pessoas Jurídicas, sem que o contribuinte necessite deslocar-se para o atendimento da Receita Federal. Desta forma, o CNPJ poderá ser emitido, alterado e baixado concomitantemente com o registro do respectivo ato no cartório, assim como já ocorre com os atos sujeitos a registro nas Juntas Comerciais.

Para isso, foram implantadas diversas melhorias no CNPJ, sendo a principal delas a possibilidade de que os Cartórios de Registro de Pessoas Jurídicas sejam integrados ao processo de análise e deferimento de atos cadastrais do CNPJ, por meio Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresários e Pessoas Jurídicas – REDESIM.

Para viabilizar essa integração, cada Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas do Brasil poderá aderir ao convênio já firmado entre a Receita Federal e o Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Brasil (IRTDPJ), mediante assinatura de Termo de Adesão.

A Receita Federal, por meio da REDESIM, já está preparada para direcionar o deferimento da solicitação CNPJ para Cartórios de Registro de Pessoas Jurídicas de qualquer parte do Brasil, sempre que um novo cartório aderir ao processo integrado de registro, alteração e baixa do CNPJ.

A expectativa é que a partir do próximo mês diversos cartórios em vários Estados já estarão prontos para se conectarem por meio da REDESIM e prestarem esse serviço às diversas pessoas jurídicas no país.

Fonte: Receita Federal

Veja também

Selecionada para o programa Empreender Nacional, Acenm recruta consultores17/09/15Duas vagas estão disponíveis. Interessados devem apresentar currículos na entidade A Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum (Acenm) é uma das 60 ACEs selecionadas para o Programa Empreender Nacional 2015/2016 – Etapa I, executado pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O programa, que visa o......
BC reduz projeção de crescimento da economia para 0,5% este ano30/03/17 O Banco Central (BC) reduziu a projeção para o crescimento da economia este ano. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, foi ajustada de 0,8%,......
Golpe da transferência estornada volta a assombrar empresas mutuenses14/05/18Dois casos foram relatados por corretoras de seguros e um caso por uma oficina mecânica O antigo “golpe da transferência bancária estornada” voltou a assombrar empresários de Nova Mutum, desta vez com duas ocorrências contra corretoras de seguros e outra contra uma oficina mecânica, as três na......

Voltar para Notícias