Aba 1

Postado em 15 de Setembro de 2017 às 17h15

Acenm e CDL apoiam ação de fiscais do município contra comércio irregular

Acenm/CDL A Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum – Acenm – e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Mutum – CDL – remeteram ofício ao Departamento de Tributação e...

A Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum – Acenm – e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Mutum – CDL – remeteram ofício ao Departamento de Tributação e Fiscalização Tributária da Prefeitura de Nova Mutum manifestando apoio à ação dos fiscais do município nos recentes casos envolvendo vendedores ambulantes com produtos contrabandeados em Nova Mutum.

A ação dos fiscais foi filmada e publicada na internet por um morador do município que critica a fiscalização e cita a corrupção na política e muitos outros erros cometidos em nosso país para embasar sua defesa. Contudo, a Acenm/CDL defende que a venda ilegal de produtos sem procedência, corretamente denunciada por diversos mutuenses, vem a ser mais um crime que não ajuda em nada a melhorar o nosso país, apenas estimulando ainda mais quem está recolhendo seus tributos corretamente a também partir para a clandestinidade.

“O comércio de produtos contrabandeados é um grande risco à sociedade, podendo estar associado a diversas formas de violência em todo o seu processo, além da qualidade duvidosa que oferece uma série de prejuízos aos consumidores”, expõe o ofício.

“Aproveitamos para parabenizar o trabalho destes fiscais, que ao invés de críticas merecem nossa admiração, pois estão constantemente nas ruas combatendo práticas ilícitas. Temos a convicção de que é com pequenas ações de honestidade que se muda um país e o mundo, e é com a permissão de pequenos delitos que se permite as grandes corrupções”, diz o presidente da CDL, Roberto Giequelin.

O presidente da Acenm, Joelmir Faccio, lembra que, enquanto representantes da classe empresarial, “a Acenm e a CDL solicitam sempre à Prefeitura que faça sua parte no combate a essas práticas.”

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Tiago Franz (Jornalista DRT3621SC)

Veja também

Governo reduz ICMS para bares, restaurantes e estabelecimentos similares24/02/20Imposto cai para empreendimentos descritos na lei e obriga a destinação de 1% ao Funtur O governador Mauro Mendes assinou decreto que regulamenta a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para bares, restaurantes e estabelecimentos similares. O Decreto 378/2020, publicado no Diário Oficial do dia 18 de fevereiro, estabelece que estes empreendimentos podem aderir ao sistema simplificado, reduzindo a alíquota de 7% para 3%.......
Acenm/CDL convida para manifesto contra corrupção 10/03/16 Na última quarta-feira (09), aconteceu no Sindicato Rural de Nova Mutum uma reunião sobre o manifesto contra corrupção. Estavam presentes representantes da Acenm, CDL, Sociedade Civil, Sindicato Rural, Aprosoja, Rotary, OAB,......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.