Aba 1

Postado em 05 de Março de 2015 às 13h23

Câmara setorial de materiais de construção inicia atividades

Acenm/CDL convida empresas interessadas a participar do grupo que fará sua próxima reunião no dia 11 de março

Acenm/CDL Acenm/CDL convida empresas interessadas a participar do grupo que fará sua próxima reunião no dia 11 de março Uma reunião com oito empresas do setor de materiais de construção, realizada na última...

Uma reunião com oito empresas do setor de materiais de construção, realizada na última quarta-feira (25), deu início aos trabalhos de formação de câmaras setoriais da Associação Comercial e Empresarial e Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Mutum (Acenm/CDL). As câmaras têm o objetivo de reunir empresas do mesmo segmento para discussão de problemas comuns e busca de soluções.

Ferragens Colina, João de Barro, Copal, Tonello, Moretti, Spazio, Vidronorte, Construir e Colina Materiais de Construção foram as empresas presentes na primeira reunião da câmara setorial, que definiu como coordenador o empresário Tiago Tonello e como monitor o empresário Joelmir Faccio. A câmara estipulou reuniões mensais e já discutiu problemas coletivos, sendo um deles a adoção da taxa de entrega de produtos que todos cobrarão a partir do dia 1º de abril.

“Foram oito presentes na primeira reunião, mas o convite para fazer parte da câmara setorial está estendido a todas as empresas do segmento. É importante que mais empresas se juntem a nós para somar forças, participando já da próxima reunião, que será no dia 11 de março, às 19h, nas dependências da Acenm/CDL. Além disso vamos ampliar a câmara para incluir áreas como comércio de madeiras, ferramentas e ferragens, metalurgia, entre outras, então os trabalhos estão só começando”, disse o coordenador Tiago Tonello.

“A formação das câmaras setoriais é uma das principais metas dessa diretoria, e o setor de materiais de construção foi o primeiro a se organizar. É importante que outros segmentos se mobilizem e procurem a Acenm/CDL para criar novas câmaras”, expôs o presidente da Acenm, Jimmy Huppes.

“As câmaras setoriais podem contar com toda a estrutura da Acenm/CDL para trabalhar. Oferecemos salas para reunião, assessoria jurídica e demais serviços. Um dos requisitos para participar é que as empresas sejam associadas, então procurem nossa entidade e se associem para usufruir de mais esse benefício”, complementou o presidente da CDL, Marcelo Mayolino.

_______________________________________
Assessoria de Imprensa – Acenm/CDL
Agência Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Dívidas com bancos representam mais da metade das pendências de negativados, aponta indicador CNDL/SPC Brasil18/11/19 Número de débitos em atraso cai 2,34%; cresce número de devedores entre a população mais idosa. Nordeste é única região a registrar queda de brasileiros com restrição de CPFs, que recuou 1,00% Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.