Aba 1

Postado em 14 de Dezembro de 2020 às 10h28

Consórcio possibilita energia até 20% mais barata a empresas mato-grossenses

Parcerias e Apoios (31)
Acenm/CDL Associados à Acenm/CDL podem aderir ao Mato Grosso Energia Renovável sem fidelidade e com investimento zero A Acenm/CDL firmou parceria com o consórcio Mato Grosso Energia Renovável, que proporciona...

Associados à Acenm/CDL podem aderir ao Mato Grosso Energia Renovável sem fidelidade e com investimento zero


A Acenm/CDL firmou parceria com o consórcio Mato Grosso Energia Renovável, que proporciona a pessoas jurídicas com sede em Mato Grosso a oportunidade de reduzir os custos com energia elétrica, sem necessidade de investimentos, sem fidelidade e adequações em sua rede.

Através do compartilhamento de energia de uma usina hídrica já em operação, o consórcio oportuniza aos consorciados um benefício que pode chegar a até 20% do valor pago para a Energisa. “Esse benefício pode ser ainda maior e chegar até a 25%. Foi o que ocorreu agora no mês de dezembro, pois todos os consorciados participantes ficam isentos da cobrança da bandeira tarifária. A energia é injetada na unidade consumidora dos nossos lojistas filiados e eles pagam somente pela energia consumida/compensada com valor já reduzido, ficando na fatura da Energisa apenas o custo mínimo em torno de R$ 150”, explica o gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni.

A adesão é muito simples. A empresa interessada deve ser associada à Acenm/CDL e não ter restrições em seu CNPJ. A Acenm/CDL envia a conta de energia para o consórcio, que faz uma simulação de viabilidade da unidade consumidora. Não há fidelidade e o investimento é zero. Há apenas uma taxa de adesão de R$ 150.

“Para aderir, o único trabalho que o associado tem é documental. Há um contrato junto a uma procuração, onde o consórcio representa a empresa perante a Junta Comercial e a Energisa, e esse contrato requer assinatura com firma reconhecida”, finaliza Rigoni.

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC | Ascom - Acenm/CDL

Veja também

FCDL/MT e CDLs de Mato Grosso pedem ao governo do Estado revisão do último decreto05/03 Publicado em: 04/03/2021 ás 16:57:00Autor: Assessoria de Imprensa - FCDL/MT Diante do forte impacto econômico, sem reversão para muitas empresas mato-grossenses, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL/MT), atendeu a solicitação das 58 CDLs de Mato Grosso que elaboraram um documento solicitando ao governador do Estado, a......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.