Aba 1

Postado em 05 de Julho às 10h28

Nova Mutum: retomada econômica continua

Economia e mercados (154)
Acenm/CDL Relatório mensal da Acenm/CDL aponta índices positivos no mês de maio, com queda da inadimplência, alta nas vendas do comércio/serviços e na geração de empregos NOVA MUTUM,...

Relatório mensal da Acenm/CDL aponta índices positivos no mês de maio, com queda da inadimplência, alta nas vendas do comércio/serviços e na geração de empregos

NOVA MUTUM, MATO GROSSO: Nova Mutum fechou o mês de maio de 2021 com mais 218 novos postos de trabalho ocupados. De janeiro a maio já são 1,3 mil postos de trabalho criados no município, o que representa um crescimento de 232,4% em comparação com o mesmo período de 2020. O saldo de maio foi fortemente alavancado pela atividade da indústria (86 novos postos), serviços (81) e comércio (37), conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

“O que chama a atenção no relatório de maio para Nova Mutum é que em todas as atividades o saldo foi positivo. Isso é raro de acontecer. Geralmente verificamos ao menos uma atividade, por conta da sazonalidade, que demite mais do que contrata”, aponta o gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni.

O estado do Mato Grosso também apresentou saldo positivo na criação de postos de trabalho, fechando maio com 7.208 novos postos criados. Destaque para as atividades de serviços e comércio, com saldo de 2.373 e 2.157, respectivamente.

VENDAS

Segundo dados do SPC Brasil, Nova Mutum apresentou em maio de 2021, comparado a maio de 2020, um crescimento de 11,83% nas vendas das atividades de comércio varejista e prestação de serviços. Já na comparação com o mês anterior de 2021, o crescimento foi ainda mais acentuado, chegando a 19,95%.

“Isso reflete a retomada econômica. Vale destacar que abril de 2020 e de 2021 foram meses de queda acentuada nas vendas por conta da primeira e segunda ondas da pandemia da Covid-19”, contextualiza o presidente da Acenm, Lirio Vitalli.

INADIMPLÊNCIA

Ainda conforme o SPC Brasil, Nova Mutum apresentou, em maio de 2021, queda de 0,8% no número de inadimplentes em comparação com maio de 2020. Já na comparação mensal, com abril de 2021, a queda foi de -1,93%.

“Sem dúvida nenhuma a queda na taxa de inadimplência que estamos verificando nos últimos meses é reflexo do auxílio emergencial. Destacamos mais uma vez que o empresário está mais cuidadoso e vem gerindo sua carteira de crédito com mais cautela”, analisa o presidente da CDL Nova Mutum, Ronnie Sfredo.

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC | Ascom - Acenm/CDL

Veja também

Projeção para PIB 2020 sai de -1,18% para -1,96%, aponta Focus13/04/20 Os efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre a economia brasileira fizeram os economistas do mercado financeiro cortarem novamente suas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. Conforme o Relatório de Mercado Focus, a expectativa para a economia este ano passou de retração de 1,18% para queda de 1,96%. Há quatro semanas, a estimativa era de alta de......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.