Aba 1

Postado em 09 de Abril de 2014 às 12h07

PÁSCOA: Crescimento tímido para as vendas do comércio

Acenm/CDL Novo Conteúdo 01 As vendas do comércio de Nova Mutum no período de Páscoa deverão crescer 3,5% em relação a 2013, margem que é considerada tímida se comparada aos resultados dos...

As vendas do comércio de Nova Mutum no período de Páscoa deverão crescer 3,5% em relação a 2013, margem que é considerada tímida se comparada aos resultados dos anos anteriores.

De acordo com a Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum e Câmara de Dirigentes Lojistas (Acenm/CDL), para os setores mais diretamente ligados à data comercial, como supermercados, padarias e lojas especializadas, o resultado será um pouco melhor. Esses setores aguardam um incremento de 8 a 10% em relação ao mesmo período do ano passado.

A estimativa para Nova Mutum acompanha o cenário nacional, como explica o presidente da CDL, Rodrigo Rigoni.

“O crescimento é tímido, haja vista que desde a virada do semestre a atividade do comércio tem desacelerado, o que já era previsto por alguns economistas. Um dos fatores é a alta da inflação, que o governo não admite, mas é um problema real. O fantasma da inflação está rondando a economia. Outro fator é a alta da taxa básica de juros, que voltou a patamares anteriores à crise de 2008. Tudo isso contribui para que a confiança do consumidor diminua ao efetuar suas compras”, contextualiza Rigoni.

_________________________________
Assessoria de imprensa – Acenm/CDL
Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Acenm/CDL pede à Energisa restabelecimento do atendimento presencial22/05/20Sistema de atendimento à distância tem causado dificuldades e prejuízos a empresas Em ofício remetido nesta quarta-feira (20) à diretoria da Energisa Mato Grosso, na pessoa do diretor Sr. Amaury Antônio Damiance, a Acenm e a CDL solicitaram o restabelecimento com urgência do atendimento presencial na unidade de Nova Mutum. Assinado pelos presidentes Joelmir Faccio (Acenm) e Roberto Giequelin (CDL), o Ofício nº 477/2020 traz nas suas......
Mesmo com crise econômica, quatro em cada dez brasileiros compram por impulso19/06/17 Quem nunca comprou algo que não precisava e não estava nos planos? Aparentemente um ato inofensivo, isso pode se tornar um problema grande, principalmente em meio à crise econômica que o Brasil ainda está passando. A pesquisa......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.