Aba 1

Postado em 16 de Abril de 2014 às 10h32

Saito participa do 1º Fórum CACB Mil, em Brasília

Acenm/CDL Novo Conteúdo 01 O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum (Acenm), Carlos Alexandre Saito, participou do 1º Fórum CACB Mil, realizado na última semana, em Brasília, com a...

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum (Acenm), Carlos Alexandre Saito, participou do 1º Fórum CACB Mil, realizado na última semana, em Brasília, com a presença de aproximadamente 2 mil pessoas. Promovido pela Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), o encontro reuniu lideranças de Federações e Associações Comerciais de todo país, autoridades e personalidades do mundo dos negócios, além da presidente da república Dilma Rousseff e do ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif.

Assista a íntegra da palestra Tem Saída, com o economista e professor Eduardo Giannett, durante 1º Fórum Nacional CACB Mil:
https://www.youtube.com/watch?v=jmYAElLhjxc (1ª parte)
https://www.youtube.com/watch?v=4WsV1BqthjI (2ª parte)
https://www.youtube.com/watch?v=MHNKKbCRtXE (3ª parte)

Com o objetivo de estimular a integração e o debate entre as Associações Comerciais e Empresariais, o evento contou com palestras coordenadas por especialistas, com foco no cenário político-econômico do país e do mundo. Foram realizadas ainda plenárias, painéis temáticos e feira de negócios.

Para Saito, “o fórum foi uma grande oportunidade de demonstrar para a presidente Dilma a força representativa do setor empresarial, reivindicando melhorias para o setor”. Assuntos como benefícios reais para as MPEs, diminuição da burocracia e desoneração da carga tributária fizeram parte das discussões. “O encontro também foi importante entender o mais sobre o atual cenário econômico do Brasil e para conhecer novas ações que estão fazendo diferença em outros municípios do nosso país, através de troca de experiências com outros presidentes de Associações Comerciais”, complementou o presidente da Acenm.

Em seu discurso, Dilma Rousseff ressaltou a importância de se estabelecer debates para atender as demandas da classe empresarial. "Quanto mais estivermos perto da demanda, quanto mais pudermos trabalhar e discutir, melhor será a nossa agenda e as nossas realizações. Eu acredito na força do pequeno município, da micro e pequena empresa, da pequena propriedade, dessa classe empreendedora que sustenta nosso movimento. Que este Fórum seja o primeiro de muitos e que nós possamos sempre escutar, dialogar e conviver", afirmou.

Guilherme Afif apresentou palestra sobre as MPEs no contexto econômico atual. No painel sobre Planejamento e Gestão, se apresentaram Luiz Barreto, diretor presidente do Sebrae Nacional, e Osmar Dias, vice-presidente de Agronegócios e Micro e Pequenas empresas do Banco do Brasil. Houve ainda conferência sobre Sustentabilidade Econômica, painel sobre Empreendedorismo Vitorioso e, finalmente, a palestra com o economista e professor do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), Eduardo Giannetti da Fonseca.

Com informações: Facmat/Assessoria

Veja também

Governo prorroga prazo para pagamento de tributos do Simples Nacional01/02 Eles podem ser quitados até 26 de fevereiro O governo federal prorrogou para 26 de fevereiro o prazo para pagamento dos tributos do Simples Nacional referente a janeiro de 2021. A resolução, aprovada pelo Comitê Gestor do Simples Nacional, foi publicada hoje (29) no Diário Oficial da União. O Simples Nacional é um regime tributário diferenciado, que......
Câmara setorial de materiais de construção inicia atividades05/03/15Acenm/CDL convida empresas interessadas a participar do grupo que fará sua próxima reunião no dia 11 de março Uma reunião com oito empresas do setor de materiais de construção, realizada na última quarta-feira (25), deu início aos trabalhos de formação de câmaras setoriais da Associação Comercial e......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.