Aba 1

Postado em 17 de Fevereiro às 11h24

Vereadores aprovam desconto no Alvará

Jurídico e Tributário (116)
Acenm/CDL Após conversas entre Acenm/CDL e Prefeitura, projeto de lei abona aumento obrigatório da taxa em forma de desconto, que chegou a 17%, com possibilidade de parcelamento em três vezes A Câmara Municipal de...

Após conversas entre Acenm/CDL e Prefeitura, projeto de lei abona aumento obrigatório da taxa em forma de desconto, que chegou a 17%, com possibilidade de parcelamento em três vezes

A Câmara Municipal de Nova Mutum aprovou, durante a 3ª Sessão Ordinária (15.02) deste ano, projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a conceder desconto para pagamento antecipado das taxas de licença para localização e licença para funcionamento (Alvará) de estabelecimentos de comércio, prestação de serviços, produção e indústria. De autoria do Governo Municipal, o projeto foi aprovado em primeira e única votação, por meio de requerimento da Mesa Diretora, para trâmite em Regime de Urgência Especial.

A Prefeitura justificou a medida apontando o cenário que se instalou no país em decorrência da pandemia mundial (Covid-19). O Município visa fomentar e dar maior fôlego às atividades empresariais.

O gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni, relata que a associação se reuniu, no final de janeiro, com a secretária municipal de Finanças e Orçamento, Teresinha Arissava, responsável pelo setor de Tributação do Município, para tratar de assuntos de interesse do empresariado.

“Foi quando ela levantou que o reajuste das taxas esse ano seria alto por conta do indexador, que chegou a mais de 24%. Nesse momento pedimos o apoio do secretário Jimmy (Indústria, Comércio e Turismo) e da Teresinha para encontrarmos uma maneira de reduzir esse impacto. Como a correção é obrigatória por conta de estar previsto em lei, a Tributação, junto ao Jurídico da Prefeitura, encontrou uma forma de abonar esse aumento em forma de desconto, que chegou a 17%, com possibilidade de parcelamento em três vezes”, explica Rigoni.

“Em momentos como este, toda ajuda ao comércio é importante. E a Acenm/CDL tem esse papel de buscar melhores condições para as empresas”, acrescenta o presidente da CDL, Ronnie Sfredo. “Agradecemos a prefeitura e aos vereadores pela disposição em colaborar com a economia local, aprovando esse desconto”, finaliza o presidente da Acenm, Lirio Vitalli.
 

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC | Ascom Acenm/CDL
Com informações: Secom/CMNM
Foto: Mauricio Alves – Secom/CMNM

Veja também

Decisão do STF que caracteriza COVID-19 como doença ocupacional eleva riscos de ações judiciais e prejudica retomada econômica04/06/20 A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que dá margem para a Covid-19 ser considerada doença ocupacional traz grande preocupação aos empresários de todo o país. Foto: Leandro Ciuffo Colegiado do STF aprovou por maioria a suspenção de dois artigos da Medida Provisória 927 que disciplinam as relações trabalhistas durante......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.